Natacão Paralímpica, Alexandre Vieira fala sobre critérios de classificacão e modalidades para disputas mais justas
4 de abril de 2016
Alexandre Vieira (1 article)
1 comentário
Compartilhar

Natacão Paralímpica, Alexandre Vieira fala sobre critérios de classificacão e modalidades para disputas mais justas

“No início fui criticado em trabalhar com esse público, mas têm coisas na vida que não têm preço…”

MODALIDADES PARALIMPICAS

Sempre fui um praticante assíduo da natação, e já conquistei títulos importantes, mas foi trabalhando com a natação paralímpica que me encontrei no esporte. Comecei a trabalhar com a pessoa com deficiência em 2007 em um projeto de extensão da faculdade, e desde então venho colecionando alguns títulos como treinador e diversas convocações para a seleção brasileira em campeonatos sul-americanos, pan-americanos e mundiais. Atualmente, sou técnico chefe da Equipe Paralímpica do Praia Clube, e técnico nacional do Comitê Paralímpico Brasileiro. A natação é a modalidade paralímpica que reúne o maior número de atletas, e compõe o programa paralímpico desde a primeira edição dos jogos. A princípio, participavam apenas lesados medulares, mas com o crescimento da modalidade, novos adeptos foram aparecendo e estendeu-se a participação a outras deficiências físicas, visuais e também intelectuais.

“Já conquistei vários títulos com minha equipe, mas o maior troféu é o aprendizado diário. Cada dia aprendo algo novo com a pessoa com deficiência.”

equipe-praia

A grande dificuldade no esporte paralímpico é entender o sistema de classificação de qualquer modalidade, e realmente causa dúvida quando você acompanha um evento pela primeira vez e observa competindo juntos atletas de diferentes deficiências. A natação paralímpica, assim como qualquer outra modalidade paralímpica, necessita de um sistema de classificação para que as disputas sejam justas. Elas partem de um código de pontuação por meio do qual se avaliam as potencialidades de cada atleta, e estes são divididos de acordo com o tipo e grau de deficiência. Na natação paralímpica temos 14 classes elegíveis para o sistema de classificação, e os atletas são divididos em classes para deficientes físicos (S1 a S10), visuais (S11 a S13) e intelectuais (S14). O prefixo “S” antes de qualquer classe denomina a modalidade (no caso swimming, em português natação). Via de regra, quanto maior o número da categoria, menor é o grau de comprometimento do atleta, ou seja, um atleta da classe S10 apresenta uma deficiência física mínima, enquanto um atleta da classe S1 apresenta um comprometimento físico severo. O mesmo vale para a classe de visuais, em que o atleta S11 é um atleta cego com possibilidade de resquício visual enquanto um atleta da classe S13 tem baixa visão. Além disso, os atletas são classificados de acordo com o evento disputado, em que recebem a denominação SB para o nado peito (B de Breaststroke, em português peito), SM para as provas de medley (de três ou quatro estilos) e S para os outros tipos de nado. A natação paralímpica é a segunda modalidade que mais medalhas deu ao Brasil nos jogos, atrás apenas do atletismo.

8737680a-4b0e-4a96-ab68-8d9b48136b74

Nossa primeira medalha foi conquistada em Stoke Mandeville (Inglaterra), em 1984, onde faturamos uma medalha de ouro, cinco de prata e uma de bronze.Atualmente, o Brasil está entre os Top 5 da natação mundial, e o objetivo é que melhore esta posição nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016.

“Em qualquer esporte, além da dedicação, força de vontade e empenho, qualquer atleta precisa sonhar. Para nos treinadores não é diferente, meu grande sonho, sem dúvida, é participar dos Jogos Paralímpicos Rio 2016…”
Alexandre Vieira

Alexandre Vieira

Alexandre Vieira é Técnico Chefe no Praia Clube Uberlândia e Técnico Nacional na empresa Comitê Paralímpico Brasileiro de Natação (CPB).

Comentários

  1. Erica Ferro
    Erica Ferro abril 06, 23:24
    Parabéns pela sua primeira matéria, Alexandre! Simples, objetiva e esclarecedora. Um abraço! Blog || Fan Page

Comentar

Seus dados estarão seguros! O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios marcados como *