Circuito Kids
16 de outubro de 2015
Franciely Teixeira (1 article)
Seja o primeiro a comentar!
Compartilhar

Circuito Kids

O treinamento funcional voltado para crianças e adolescentes promove a saúde e uma vida ativa de maneira prática e divertida

 

Atualmente, quando se fala em tempo ocioso da criançada, logo se associa à tecnologia, pois a maior parte do tempo livre é gasta com jogos de computador, celulares, videogame e televisão. Estes hábitos promovem, cada vez mais, o sedentarismo, fazendo com que a criança deixe de lado a vivência das atividades antigas de criança, como as brincadeiras de rua, nas quais sem que percebessem, as crianças já estavam fazendo exercícios com inúmeros benefícios e um gasto calórico considerável. Hoje, por não mais existir estes hábitos entre as crianças, elas acabam consumindo menos energia e se tornam grandes candidatas à obesidade e a todos os efeitos maléficos que esta disfunção causa à saude.

Portanto, a criança precisa ser incentivada a ter uma vida mais ativa, e nada melhor que oferecer uma atividade na qual se pratica divertindo. A criança gosta de brincar, certo? Mas a criança também precisa se exercitar, certo? A Cornélius Atlética soube juntar os dois conceitos com o objetivo de oferecer o melhor e mais divertido treinamento funcional para crianças e adolescentes de oito a catorze anos. Quando lemos a palavra “treinamento”, parece que vamos submeter nossos pequenos a sequências de exercícios exaustivos, quase como uma operação militar. Acontece que a criança aprende mesmo é brincando! E a aula é completamente lúdica, fazendo com que nossos pequenos nem percebam que estão aprendendo.

O treinamento funcional é excelente para crianças e adolescentes. Por meio dele é possível explorar diversas habilidades, focando o desenvolvimento da coordenação, o equilíbrio, a agilidade, a resistência, a mobilidade articular e, principalmente, o gasto de energia. A grande variedade de exercícios e os constantes desafios proporcionados durante a aula aumentam ainda mais o interesse e o estímulo do aluno. Atividades como correr, pular, deslocar e saltar, utilizando materiais como bolas, cordas e barreiras são trabalhadas de forma lúdica e prazerosa, impedindo que o treino se torne cansativo e monótono. O profissional de Educação Física que atua com crianças e adolescentes deve estar atento, pois o treinamento funcional desse grupo é complexo, uma vez que mantê-lo desmotivado torna o treinamento mais difícil, tendo estreita relação com a forma com que o profissional irá conduzi-lo. Utilizar atividades lúdicas, treinamento com característica intervalada e duração de curtos períodos de tempo são possibilidades de opções para este grupo, que tem tendência a ser disperso.

Franciely Teixeira

Franciely Teixeira

Franciely Teixeira é estudante do curso de Educação Física e professora na Academia Cornélius Atlética.

Comentários

Ainda sem comentários Seja o primeiro a comentar!

Comentar

Seus dados estarão seguros! O seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios marcados como *